4 dicas para economizar na compra de passagens aéreas

Em 2017, aos 25 anos, e próximo de desenvolver burnout, Leonardo Silveira, que até então nunca tinha saído do Brasil, tampouco tinha o costume de planejar suas viagens, decidiu aproveitar as férias no trabalho para conhecer

Em 2017, aos 25 anos, e próximo de desenvolver burnout, Leonardo Silveira, que até então nunca tinha saído do Brasil, tampouco tinha o costume de planejar suas viagens, decidiu aproveitar as férias no trabalho para conhecer esse mundão.

Foram 34 dias de viagem, passando por Espanha, Itália, Holanda, França e Inglaterra. “Foi uma experiência tão surreal que, no voo de volta, já planejei as próximas férias! E com o passar do tempo me habituei a planejar férias, feriados prolongados e até finais de semana.

Apenas com a vontade de sair da rotina e ver o que o roteiro reserva”, conta Silveira.
No livro Menos Rotinas, Mais Roteiros, ele dá sugestões do que explorar em cada um desses destinos, além de dicas práticas – como essas que trazemos aqui, para economizar na compra de passagens aéreas. Confira:

1. Considere trechos diferentes na ida e na volta

Pessoa com mãos em passaporte e carregando mala de viagem

Que tal pensar na possibilidade de os bilhetes serem emitidos a partir de cidades diferentes, ou mesmo considerar o retorno para o primeiro destino visitado? “No roteiro que fiz, o voo de ida foi de São Paulo a Madri. A volta seria por Londres, mas fazendo os cálculos, notei que valeria mais a pena voltar a Madri”, diz Silveira. De qualquer forma, diz ele, vale a pena sempre pesquisar para avaliar se a diferença de preço compensa o esforço.

2. Fique de olho nas passagens em promoção

Duas mulheres utilizando computador e uma delas está com um mapa na mão

“Um outro recurso que vejo muito hoje são as chamadas ‘passagens promo’. Algumas empresas conseguem descontos consideráveis em viagens que serão realizadas após 18 ou 24 meses. Se você tem a disponibilidade de se programar com bastante antecedência, vale considerar”, diz Silveira. Ele diz já ter conseguido, com essa estratégia, economizar 70% no valor da passagem. “Caso seja necessário cancelar, a taxa cobrada é pequena e, na minha opinião, justa pelo serviço entregue.”

3. Recorra às plataformas de busca

Casal utilizando notebook

Agora, se você não conta com essa flexibilidade toda, a dica de Silveira é recorrer a plataformas de busca de voos como Skyscanner. “Na aba de pesquisa tem a opção de colocar as datas de ida e volta para encontrar o destino desejado pelo menor preço. Funciona muito bem para os que desejam viajar, não importa o lugar. Confesso que, dentro do Brasil, eu só escolho os destinos dessa maneira.”

4. Pesquise em companhias aéreas low cost

Avião decolando

Dentro da Europa, diz Silveira, a estratégia é outra. “Lá, encontramos companhias aéreas ‘low cost’, como Vue-ling, Easy Jet e Ryanair, que costumam oferecer voos a preços bem mais acessíveis”, diz Silveira.Como nem tudo são flores, a contrapartida, diz ele, está em limitações como passagens que não dão direito a despachar bagagem, e nenhum tipo de serviço de bordo. Ainda assim, como as distâncias costumam ser curtas entre um país europeu e outro, Silveira diz que compensa. “Já encontrei passagens por 10, 20 euros. É outra realidade.”

Ou seja, com planejamento, simulações de valores a partir de diferentes destinos na ida e na volta, e a ajuda de plataformas de busca de voos é possível comprar passagens a preços mais interessantes, ou até mesmo aproveitar a economia para dar um upgrade na categoria da passagem. Nada mal, né?

Posts Relacionados

Entre praias com areia macia e águas cristalinas, os pontos turísticos em João Pessoa incluem destinos surpreendentes e cheios de aventuras para

Mesmo no friozinho do inverno, você ainda gosta de beber uma gelada? Não precisa esperar até o verão para saborear a bebida.

Se você está planejando embarcar em um avião, é necessário saber como proteger mala despachada para evitar imprevistos. Ao conhecer todos os